Avianca decide não cobrar bagagem, entenda

Durante coletiva de impresa do lançamento do seu novo voo para Foz do Iguaçu, a Avianca anunciou que ainda não cobrará pelas bagagens despachadas pelos passageiros. Segundo nova regra aprovada pela Anac, a partir de 14 de março, as companhias aéreas poderão cobrar por quaquer tipo de bagagem despachada. A ideia é que com isso a tarifa seja reduzida.

Segundo Tarcísio Gargioni, vice-presidente da Avianca, no momento a companhia não adotará a nova regra. “Estamos esperando para ver como o novo procedimento será e até optamos por não cobrar nada do passageiro. Não estamos desobedecendo a resolução, só estamos nos adaptando e vendo a melhor forma de criar um produto que seja competitivo para o cliente”, explicou.

Porém, a Avianca adotará o direito do passageiro carregar consigo uma mala de até 10 kilos na bagagem de mão (hoje o limite é de apenas 5 kilos).

Comentários